Contacte-nos

A APEF tem a sua sede social na Rua António Cândido número 154, 4200-074 Porto.

Para nos contactar utilize o formulário à direita ou remeta a sua correspondência online para o seguinte e-mail: geral@apef.pt

Para mais informações, consulte a página Quem Somos.

Caso queira contactar um departamento/membro do executivo/outro Órgão Social em particular, consulte a página Órgãos Sociais.

Nome *
Nome

Rua António Cândido, 154
4200-074 Porto
Portugal

A Associação Portuguesa de Estudantes de Farmácia, adiante designada por APEF é uma associação sem fins lucrativos, representativa dos interesses dos Estudantes do Mestrado Integrado em Ciências Farmacêuticas (MICF), representados pelas suas Associações/Núcleos de Estudantes Membros efectivos da APEF.

Formação e Ensino

Fórum Educacional APEF

Mais do que nunca, os Farmacêuticos atravessam uma fase sensível e surge a necessidade de proteger a Profissão a todos os níveis. Dada a importância de uma visão distanciada do que está próximo, torna-se fulcral refletir sobre a situação atual do Setor Farmacêutico. Neste sentido, a APEF organiza anualmente um Fórum Educacional que prima pela análise cuidada e consciente de temas de elevada relevância no sentido de envolver o corpo estudantil no que é notícia, no que é atual e no que é preocupante. Este evento tem como principal objetivo a elaboração de um documento de conclusões que espelha a voz dos estudantes perante as entidades mais proeminentes da classe. Por meio do Fórum Educacional, pretende-se uma manifestação ordeira das posições tomadas pelos estudantes e linhas políticas orientadoras da APEF.

O DFE responsabilizou-se pela décima terceira edição do Fórum Educacional, nos dias 28 de Fevereiro, 1 e 2 de março na Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias em Lisboa.

Brevemente poderás consultar as conclusões do XIII Fórum Educacional APEF.

Observatório de Empregabilidade OF/APEF/APJF

O Setor Farmacêutico atravessa uma fase muito delicada em termos de empregabilidade que se estende a todas as áreas de trabalho. Esta situação já não se prende apenas com recém-licenciados mas também profissionais de saúde com vários anos de trabalho contabilizados que se deparam com a perda dos seus locais de trabalho anteriormente tomados como garantidos. O Observatório de Empregabilidade surge como uma monitorização da taxa de empregabilidade que reflete a crise atual da classe de forma consistente e adaptada à realidade. Este projeto permite acompanhar de perto a evolução do mercado de trabalho e auxilia na tomada de posições, baseada em dados concretos, no sentido de reverter esta situação crítica. A APEF integra a Comissão responsável pelo Observatório de Empregabilidade juntamente com a OF e APJF.