Propostas e objetivos

 

O Departamento de Intervenção Cívica e Ação Social (DICAS) nasce da necessidade de fomentar um espírito de interajuda e de responsabilidade social entre os Estudantes do Mestrado Integrado em Ciências Farmacêuticas (MICF), tornando-se, deste modo, relevante o desenvolvimento destas qualidades, bem como uma proatividade junto da população.

Assim, o DICAS apresenta o seu plano de ação em três eixos: o de promover iniciativas de voluntariado farmacêutico; o de explorar possíveis parcerias com entidades de âmbito social e o de desenvolver projetos de intervenção cívica e social, por forma a incutir o espírito do voluntariado.

 

ATIVIDADES

Plano de NATAL - Para começar da melhor maneira este primeiro mandato e aproveitando a Época Natalícia, o DICAS pretende associar-se à Sneakers Love Portugal e a Comunidade Vida e Paz que vão ajudar a calçar pessoas em condição sem-abrigo, na campanha ‘Este Natal, Dar é Calçar’.

Associação Dignitude - O DICAS pretende-se associar ao Programa Abem, estabelecendo uma parceria que mobilize esforços no sentido da angariação de fundos, para que os portugueses, beneficiários que se encontrem numa situação de carência económica, tenham acesso aos medicamentos que precisam.

Dicas de um Voluntário - Uma rubrica mensal onde serão divulgados, em formato vídeo, testemunhos de pessoas que dão o exemplo, apelando assim à solidariedade social dos estudantes.

APEF Apadrinha - Trata-se de uma iniciativa a ser dinamizada em colaboração com a Coordenação Nacional/Membros, na qual se pretende dar destaque e informação acerca de causas e/ou associações de voluntariado.

Movimento Farmacêutico - Reconhecendo a importância e responsabilidade social do farmacêutico no que concerne a problemáticas de cariz social e económico, o DICAS pretende desenvolver o Movimento Farmacêutico através da criação de uma plataforma online: “Banco de Voluntariado” na qual se integrem programas de voluntariado em instituições de solidariedade social.

APEF Social - Conscientes da necessidade de ajuda humanitária em determinados pontos do país e da crescente preocupação com os cuidados de saúde, a APEF Social surge como forma de prestar apoio a populações mais necessitadas, existindo para isso, uma inclusão de tics junto dessas mesmas, realizando-se em parceria com Serviços Partilhados do Ministério da Saúde.

Animacêuticos - Como a saúde dos nossos animais também é importante, este projeto visa a angariação de fundos que revertem a favor de vacinação/desparasitação, rações, mantas ou até mesmo material de apoio para gatis e canis previamente acordados, havendo colaboração com o Globalvet.

Campanha Papel por alimentos - Criar vários pontos de recolha de papel ou livros antigos, nas várias faculdades. Por cada tonelada de papel recolhido é entregue aos Bancos Alimentares Contra a Fome o equivalente a 70 euros em produtos alimentares básicos, por empresas certificadas de recolha e tratamento de resíduos.

A VALORMED - O objetivo principal é sensibilizar os estudantes de MICF para efetuarem uma inspeção periódica da “farmácia doméstica” e entregarem os resíduos de medicamentos que já não são utilizados ou se encontram fora de prazo, numa farmácia.